Museu Guggenheim: uma experiência pessoal

Museu Guggenheim em NY, 3 pontos de vista.

Museu Guggenheim em NY, 3 pontos de vista.

É difícil ver alguém animado em relação a um museu. Mas visitar o Museu Guggenheim em Nova York durante a exposição Haunted foi uma experiência de vida. A arquitetura do prédio, assinada por Frank Lloyd Wright transporta o visitante para outro planeta. O visitante se sente no meio de um dos episódios de Aeon Flux.

Nos corredores espiralados, projeções, fotos, pinturas, móbiles e esculturas de artistas de todos os cantos do mundo – sem falar dos acervos das coleções de cada andar, que incluem Kandinsky, Malevitch, Van Gogh, Picasso e Calder.

Ver essas obras ao vivo depois de tanto admirá-las em livros foi parte de um aprendizado. Existe algo que se perde quando olhamos uma obra de arte em um livro ou site, por mais bonito que seja. Existem insights em relação a obra que só acontecem ao vivo.

42 minutes (After Kawabata), de Spencer Finch. Solomon R. Guggenheim Museum, New York.

42 minutes (After Kawabata), de Spencer Finch. Solomon R. Guggenheim Museum, New York.

A curadoria do museu e da exposição (feita por Jennifer Blessing) é impecável. A sequência e seleção da exposição trouxe uma variedade enorme de obras em diferentes suportes. Foi a primeira vez que saí de um museu sorrindo. Vi coisas que nem sabia que existiam, obras maravilhosas, profundas e muito interessantes. O conceito da exposicão Haunted (que significa assombrado) é que “a fotografia e o vídeo frequentemente são assombrados pelo passado, pois reproduzem memórias daquilo que foi e não pode mais ser”.

Small Wars (rescue), de An-My Lê. Solomon R. Guggenheim Museum, New York.  Esta série de Lê documenta as atividades de um grupo de homens que passa seus finais de semana reencenando a Guerra do Vietnã nas florestas da Virgínia, nos Estados Unidos. Logo, embora ela trabalhe com fotografia de reportagem, sua história é um registro de pura ficção. A tensão entre a representação da ‘guerra’ e a experiência de Lê que é vietnamita naturalizada norte-americana permeiam as imagens da série.

Small Wars (rescue), de An-My Lê. Solomon R. Guggenheim Museum, New York. Esta série de Lê documenta as atividades de um grupo de homens que passa seus finais de semana reencenando a Guerra do Vietnã nas florestas da Virgínia, nos Estados Unidos. Logo, embora ela trabalhe com fotografia de reportagem, sua história é um registro de pura ficção. A tensão entre a representação da ‘guerra’ e a experiência de Lê que é vietnamita naturalizada norte-americana permeiam as imagens da série.

Recentemente pesquisei o site do museu, e além de ter o acervo online de todos os Museus Guggenheim com obras muito interessantes em Guggenheim collections, também tem as exposições disponíveis, e você pode conferir mais sobre a exposição Haunted clicando aqui.

Anúncios

2 Respostas para “Museu Guggenheim: uma experiência pessoal

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s