Jill Greenberg: fotografia com ares de ilustração

Foi navegando por sites especializados que demos de cara com os trabalhos de Jill Greenberg. Muitos deles começam suas resenhas com algo do tipo “isso não é uma ilustração, é uma foto”. Talvez seja por causa da cor, da luz ou até mesmo da textura que esses dois elementos combinados provocam nos trabalhos de Greenberg, fotografias com uma técnica de tratamento única, que caracteriza o estilo de Greenberg.

Em seu trabalho The End of Times, ou na tradução livre “O Fim dos Tempos”, Greenberg usa o apelo do estresse infantil como uma alegoria dos medos mais profundos da humanidade e atrela à isso uma mistura da crença cristã do fim dos tempos, teoria da conspiração e do Apocalipse.

Greenberg é nativa da suburbana Detroit e se graduou na Rhode Island School of Design em 1989, e morou em NY até se mudar para Los Angeles em 2000. Passou a ser conhecida por volta de 1995, quando se tornou conhecida como A Manipuladora, ou The Manipulator, por suas adaptações e por sua técnica de tratamento ímpar de imagens. Visite o site de Jill Greenberg para conhecer mais sobre seu trabalho.

Anúncios

Uma resposta para “Jill Greenberg: fotografia com ares de ilustração

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s