SAIBADESIGN na CPBR7: Co-curadoria e Palestras

Na Campus Party Brasil 6, que ocorreu em 2013, a SAIBADESIGN teve o prazer de realizar a co-curadoria do palco Michelangelo (Design, Foto e Vídeo) junto ao UX Blog, do professor Edu Agni. Em 2014, na CPBR7 a SAIBADESIGN foi convidade pela segunda vez e preparou uma série de temas legais com o apoio da produção do evento.

Ler Artigo →

Curso de Direção de Arte para Mídias Digitais – SAIBADESIGN

Entre os cursos da SAIBADESIGN temos o de Direção de arte para mídias digitais, que foi criado por profissionais atuantes – entre eles Rita Aprile e Edu Agni – a partir da demanda do mercado por diretores de arte com conhecimentos focados em mídias digitais. Neste curso teórico as mídias digitais são abordadas como um todo, mas o foco de informação e exemplos são dados às mídias web e mobiles. Além disso, o curso é único em sua estrutura e idealização no mercado: a teoria vem da prática e é totalmente orientado aos conhecimentos que o mercado de mídias digitais exige de um diretor de arte.

Ler Artigo →

Saiu a programação de cursos da SAIBADESIGN

Finalmente, após muito trabalho, infindáveis reuniões, café, planilhas, calendários — saiu a nossa programação de cursos para o primeiro semestre. Também decidimos fazer uma promoção especial para o curso de Desenho. Para aqueles que fizerem matrícula até dia 15/02 o curso sai por R$ 1.200,00 (e pode ser parcelado em até 6 vezes) — o valor normal do curso é R$ 1.800,00. E muito em breve teremos um evento de Desenho e Ilustração aqui na escola com palestras, performances e claro, sorteio — vamos divulgar ainda essa semana com todos os detalhes!

Ler Artigo →

Direção de arte para mídias digitais

O diretor de arte de mídias digitais não lida apenas com a criação de narrativas visuais, mas também com comportamento. Narrativa, se tratada no âmbito analógico, trata-se de uma mensagem ou conteúdo único e fixo. Já nas mídias digitais, o que orienta a direção de arte é o comportamento, e assim surge a pergunta: como a interface digital corresponde às ações e metas daqueles que a usam? Como criar uma narrativa coerente em uma leitura que não é fixa?

Ler Artigo →