A arte de OaKoAk

Algumas das melhores street art que vemos por aí possuem um humor inerente à elas. No caso do artista francês OaKoAk, o espaço onde a arte é feita dita o formato ou tema do que será pintado: degraus se tornam teclas de um piano, por exemplo. Veja mais no blog do artista.

Anúncios
Ler Artigo →

Dia do Grafite homenageia Alex Vallauri com exposição na Matilha Cultural

No próximo domingo (27) é comemorado o Dia do Grafite, data instituída a fim de homenagear Alex Vallauri (1949-1987), artista precursor de uma das expressões do grafite no Brasil, a arte estêncil. Entre as mostras e ações que celebram o dia está a exposição “Elemento Vazado”, em cartaz até 16 de abril no espaço Matilha Cultural, em São Paulo.

Ler Artigo →

O protesto, a arte e o humor de Banksy

Milhares fizeram fila para ler a placa numa movimentada rodovia inglesa, em Bristol, com a informação: Timbuktu – 2384 milhas / Ashton – 1 milha. Originalmente, o sinal indicava Bedminster – depois do “toque” artístico a destinação ficou bem mais exótica. “Achei educativo: é útil saber a distância daqui até Timbuktu (Tombuctu, em português) e que essa cidade do Mali, na África, fica exatamente na direção sul”, declarou um estudante local.

Trata-se de mais uma intervenção do artista britânico Banksy, adepto da irreverência. Banksy começou a pintar na cidade natal, em Bristol, na Inglaterra. Depois, desenhou em várias outras partes do mundo. É o caso da pomba da paz exibida em 2007, em uma parede em Belém, lá mesmo onde nasceu Jesus — pertinho da Faixa de Gaza.

Ler Artigo →